Sinopse: Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro.

     Primeiro, preciso dizer que me arrependo de não ter lido esse livro antes. O comprei em julho, mas por causa da escola não pude lê-lo, e a preguiça se juntou e pronto; O livro ficou guardadinho dentro do meu armário esperando que eu o tocasse (trocadilho com a história). Enfim, a história começa com Juliette - que é a nossa personagem principal - trancafiada dentro de um manicômio e sem tocar em alguém durante 264 dias. Em um certo dia ela acaba conhecendo um rapaz chamado Adam e fica extremamente sem reação ao vê-lo sendo colocado dentro de sua cela, afinal, ela não via ninguém fazia bastante tempo. Acontecem diversas coisas e Juliette sempre sonha com um pássaro branco, que acalma sua alma. A cidade (ou país, não me lembro) fora tomada e dominada por um regime ditatorial (pelo que percebi), chamado O Restabelecimento. Eles queriam fazer com que todos acreditassem que tudo estava perdido, que o mundo precisava de um novo governo para tomar conta e fazer um novo recomeço. O que me chamou atenção foi a personalidade de Juliette, que particularmente é extremamente parecida comigo. Ela fora abandonada pelos seus pais porque possuía uma habilidade: ao tocar em alguém, poderia matar caso não recuasse. E já o fez acidentalmente, o que a fez acabar se auto-denominando monstro (acabou matando um garotinho porque fora o ajudar a se levantar do chão). Adam e Juliette se apaixonam, e a autora soube criar momentos bem intensos deles na história, alguns me fizeram rir, outros, ficar super feliz pela personagem. Há também o Warner, o líder do Restabelecimento, que acaba se apaixonando por Juliette. O que mais me chamou atenção em relação à Juliette foi que ela não se aceitava, pois ninguém a aceitava. A tratavam feito um animal ameaçador pela sua habilidade especial e se formos parar para pensar um pouco, veremos que isso acontece muito; Pessoas portadoras de necessidades especiais, por exemplo, muitas das vezes são excluídas e tratadas realmente como se fossem diferentes. A parte feliz disso é que depois que ela percebeu que não é a única com poderes especiais, começou a se aceitar.
O que eu realmente não esperava era que fosse surgir outro tipo de grupo, só que do bem. Aliás, quem já viu X-men vai perceber que há uma relação com ele na mesma hora, pois esse grupo abriga pessoas com poderes especiais e há um líder entre eles (que podemos ligar ao Charles, haha). O grupo se chama Ponto Ômega e é o contrário do Restabelecimento (um é do bem e outro do mal). O que será que vai acontecer com Juliette? Será que ela vai aceitar a proposta de recrutar para esse grupo? E o que será da cidade? Será que tudo vai se normalizar e o Restabelecimento vai sair do poder? Iremos conferir isso no próximo volume da trilogia da Tahereh, que será lançado no ano que vem.

Nota final: 5 estrelas!
Diagramação: 4/5 (Percebi que no lugar de várias vírgulas foram usadas as conjunções e e isso foi um pouco cansativo e irritante).
Capa: 5/5
Escrita (da autora): 5/5 (A Tahereh descreve os fatos de uma forma super intensa e a leitura é rica em detalhes).

"Olhe para mim – é o que eu queria dizer a você. Fale comigo de vez em quando. Encontre-me a cura para estas lágrimas, gostaria muito de soltar o ar dos pulmões pela primeira vez na vida."

22 Comentários

  1. Eu gostei muito desse livro, achei a linguagem da autora maravilhosa, apesar de a repetição de palavras me irritar muito, ficou completamente perdoável quando ela conseguiu capturar tanto minha atenção e me conquistar com uma personagem que era cheia de duvidas e insegurança, coisa que quase nunca acontece.
    A minha nota para ele também foi 5, ele me lembra X-men também, e lembra muito a vampira, personagem que eu mais amo no filme e nos quadrinhos.
    O Adam, é o Adam rs aiai! Já entrou para a lista de mais um personagem que eu quero trazer para a realidade para casar comigo u_u

    Jeni querida, se me permite uma dica, evite contar sobre a historia, use a sinopse do livro e diga o que você achou sobres os personagens, como a forma de escrita, e se for citar detalhes da historia tome cuidado porque se não você acaba contando demais e quem não leu já vai ficar sabendo e não terá surpresas.

    Beijos,
    pepperlipstick.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Bia!
      Me ajudaram enviando-me um e-mail sobre a formulação de resenhas, e agora eu acho que aprendi a não soltar muito spoiler, rs.
      Beijão!

      Excluir
  2. Estilhaça-me foi uma grande decepção para mim. Sou fã de distopias e comparada aos que já li a história deixou muito a desejar, primeiro pelo fato de a personagem não ser de fato original com o seu dom, já que conhecemos uma bem antes dela que pode fazer a mesma coisa...

    A fuga, o encontro com a resistência e a facilidade que encontra em se adaptar tornou a história muito fácil e corrida... Esse é um dos livros que não recomendo as pessoas que querem emoções.

    Mas gostei da resenha, vc está no caminho certo... só agora começar a ler livros bons >.< .... hauahauhauahua

    HUGS =D!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joe sempre com esse senso de humor! Huhauahuahu.
      Hugs!

      Excluir
  3. Parabéns pela resenha Jeni! Estou ansiosa para ler Estilhaça-me! Gostei muito do blog e do seu modo de escrita! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi, ótima resenha! Estou doida pra ler Estilhaça-me .. mas tenho uma lista gigaaante de livros .. rs
    Se puder, seguir meu blog, agradeço :)

    http://loveloversblog.blogspot.com

    ;* beeijos .. lindo por aqui! Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo bem isso. Listas de livros me perseguem! rs.
      Estou seguindo e muito obrigada!
      Beijão.

      Excluir
  5. Oi Jeni
    Parabéns pela criação do blog \o/
    Escolheu um livro que eu tambem adorei para a primeira resenha. Adorei o enredo e a forma como Tahereh Mafi escreve é realmente intensa. Adam é demais e o jeito como ele descreve Juliette é tããão fofo.
    Gostei muito da sua resenha.
    Bjs
    Luh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Demorou um pouco, mas criei, rs.
      Beijão!

      Excluir
  6. Primeiramente, parabéns pela criação do blog e espero que só tenda a evoluir em tudo.

    Pra primeiro post tu começou com um bem interessante até, me deu uma vontade de ler ele e tudo, parabéns.

    http://lixovirtual.posterous.com/
    http://escrevendoaospouquinhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Jeni, parabéns pelo pontapé inicial do seu blog. Conte comigo se precisar de alguma coisa. Em relação ao livro, eu gostei da história, o que me desagradou um pouco foi aqueles riscos usados para dizer que a personagem pensava em uma coisa que não queria. Fora isso, que eu até entendi apesar de não ter gostado, espero agora pela continuação da história.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Rose! Te digo a mesma coisa.
      Já eu achei diferente, mesmo tendo que ler uma frase centena de vezes, porque os riscos confundem um pouco. Também estou ansiosa pela continuação!
      Beijão.

      Excluir
  8. Oi flor,
    Li esse livro no inicio da historia e ela me chamou bastante atenção porém me irritei com o jeito da autora escrever um pouco sabe as repetições e tal não consegui. Sobre a comparação com o x-men realmente e nitida e o que me fez querer o próximo volume já que sou fã da série.
    Bjssss
    Raquel machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente houveram muitas repetições, mas a história estava tão interessante que tentei não ligar. Também estou curiosa pela continuação!
      Beijão.

      Excluir
  9. Eu ainda não pude ler Estilhaça-me, mas quero muito, talvez seja pelo fato dele lembrar muito X-Men (que eu adoro) ou talvez seja por causa da protagonista, eu estou tão cansado dessas mocinhas bobas, a Juliette parece ser um tipo de protagonista bem forte e decidida.
    Abraços.

    http://viciadoemlivrosefilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que possa lê-lo em breve para conhecer a Juliette, ela é uma ótima personagem e realmente é diferente de muitas por ai.
      Beijão!

      Excluir
  10. Oie Jeni! Ganhei esse livro numa promoção e estou bastante ansiosa para ler.Parabéns pela resenha e pelo blog.
    Beijos

    Jéssica
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois leia mesmo, Jessy! Assim que ler e resenhar, vou comentar no seu blog também!
      Beijão.

      Excluir
  11. Eu gostei de Estilhaça-me mas achei que no geral, faltou algo para que ele conseguisse se destacar como um livro ótimo. As semelhanças com X-Men são várias mesmo, mas ao contrário do que aconteceu com algumas pessoas, isso não chegou a me incomodar. Só não ficou tãão criativo assim, mas dependendo da forma que a história se desenvolva nos próximos livros acho que ela tem potencial para conquistar alguns fãs por aí. Na minha opinião o livro ganhou ritmo no final, achei o começo meio paradão, mas reconheço a necessidade já que foi introdutório para nos situarmos melhor no universo do livro!
    Beijos, Jeni!

    ResponderExcluir
  12. Adorei a sua resenha. Só pelo nome o livro já parece ótimo. Conheci seu blog agora e já estou adorando.
    Beijos

    ResponderExcluir

Gostou de alguma postagem? Deixe o seu comentário. Com esse pequeno gesto você vai me deixar muito feliz. Aliás, sempre respondo a todos. Se quiser conferir a minha resposta, é só voltar ao blog. Será sempre bem vindo por aqui.