Título original: Letters from Skye
Endereços: Buscapé | Orelha de Livro
Gênero: Romance americano
Páginas: 256
"Mas procurar o passado não é isto? Surpreendente, chocante, talvez até um pouquinho assustador. Nunca sabemos o que vamos encontrar. Mas sei que você precisa pelo menos procurar. Nunca saberá se está no caminho certo na sua vida enquanto não vir o caminho que a trouxe até onde está hoje." Trecho extraído da página 154
Ah! É com leituras especiais como essa que agradeço baixinho aos céus e às constelações divinas por ter tido a oportunidade de ler o meu primeiro livro, de ter deixado a coragem falar mais alto e criado o blog em um momento de impulsividade após tantos pensamentos medrosos, de ter conhecido tantos autores e editoras absolutamente incríveis até hoje. É com histórias como Querida Sue, que fico grata por tudo que teve de acontecer para eu ter me aproximado da literatura. Mesmo em meio às lágrimas agora, continuo com o coração renovado, com os pensamentos à mil e com a alma finalmente quieta dentro de mim, após anos de incômodo e desassossego. Ah, Jessica Brockmole. Obrigada por isso!

Bom, a história trata de um amor que nasceu natural e ingenuamente, mesmo em tempos de guerra, entre 2 pessoas com muitos interesses em comum. Tudo por conta de uma carta admirada enviada por David Graham, um jovem universitário que apesar de não ter o costume de ler poemas, deparou-se com um exemplar do gênero escrito por Elspeth Dunn e se encantou. A mulher, por sua vez, ficou surpresa com a carta não muito frequente e decidiu responder. E eles não sabiam, mas a partir desse ponto, suas vidas e a de todos ao redor, estavam destinadas a mudar para sempre. 

Porém, como todos sabem, a vida está longe de se um conto de fadas (especialmente com a proximidade da Primeira Guerra Mundial) e para viver esse amor, o nobre casal terá que passar por cima de muitas adversidades, sobretudo ao casamento duradouro de Elspeth com o bravo pescador Iain. Seria a amor verdadeiro capaz de tudo, até mesmo de romper com votos antigos já feitos diante do altar? Seria correto Elspeth quebrar o coração do melhor amigo do próprio irmão? 

Por ter uma narrativa incomum, desenvolvida exclusiva e completamente em cartas, fiquei temerosa e adiei a leitura enquanto pude. E não podia ter sido mais idiota! Querida Sue é um livro encantador, inspirador e doce. Além disso, mescla temas fortes como a perda, a deslealdade, a coragem e o orgulho. Esse é o primeiro livro que leio da Jessica Brockmole e ainda não consigo acreditar que é justamente o seu livro de estreia! O desenvolvimento inteiro dele é perfeito, cheio de sensibilidade e delicadeza. A escrita da autora então, deve ter sido abençoada por Deus. Consegue ser gostosa, envolvente e poética, ao mesmo tempo que muito natural. Me motivou, inclusive, a começar a ler livros de poemas, algo que não achava que fosse acontecer nem tão cedo.

Querida Sue é um livro muito ímpar e cativante, que conquista à cada carta. Apesar de ter sido novamente perturbador acompanhar todos os acontecimentos trágicos que a Primeira Guerra Mundial desencadeou (como as milhares de mortes inocentes, o racionamento de muitos alimentos, o aumento do preço das coisas e a triste ausência de vitalidade de pessoas que conseguiram sobreviver aos campos de batalha, uma vez que a brutalidade da época conseguiu arrancar de seus espíritos até mesmo as suas essências), embora sem aqueles detalhes chatos e maçantes que os livros de História insistem em nos contar, ter sido tocada pelo amor que nasceu entre Elspeth e David, por uma simples correspondência audaciosa de admirador, em contraste, foi algo simplesmente maravilhoso. Quando comecei a ler, não consegui imaginar a profundidade do laço que criaria com os personagens e suas vidas repletas de problemas. E cá estou eu agora, lutando para não deixar o computador e ir correndo ler os montes de quotes lindos que marquei e principalmente as últimas páginas decisivas. Não me vi fazendo outra coisa quando terminei a leitura além de abraçar bem forte o livro junto ao peito e deixar escapar finalmente algumas lágrimas, admirando o céu azul de verão estampado bem acima da minha cabeça. Vejam só, estou até bancando a poetisa sem querer!

Sobre os dados técnicos, as folhas são amareladas, a fonte possui um tamanho excelente para leitura, a revisão está boa e a diagramação é simples. A narrativa oscila em passado e presente, sendo indicada ao decorrer dos capítulos com dia, mês e ano, e é feita em primeira pessoa, sendo alternada entre os protagonistas e outros personagens secundários. Em uma escala de zero a cinco, esse livro ganhou cinco e foi para os favoritos por puro mérito. Afinal, com personagens completamente palpáveis e bem construídos, um clima leve de segredos especialmente por parte de uma delas (que até poderia comentar, mas tenho certeza que acabaria estragando um pouco da magia da história) e com citações de diversos autores, como Shakespeare e John Dryden (esse último eu sequer conhecia, mas parece que foi um poeta bem famoso e talentoso, de acordo com o Google) e muitos livros, seria mesmo possível não me apaixonar por essa linda história de amor? Recomendo de olhos fechados!

33 Comentários

  1. Preciso desse livro! Amo quando é escrito em cartas, e ainda se fala sobre guerras ou fatos históricos fica tudo mais legal. E um romance que se passa nesse momento tão conturbado e por cartas <3 Já me ganhou
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mandy! Ai, ele é muito lindo. Você pre-ci-sa conferir!
      Um beijo!

      Excluir
  2. OOoi,

    Eu já tinha ouvido falar sobre o livro, mas não lembro de ter lido resenhas sobre o mesmo, não sabia do conteudo tão incrivel que o livro tinha e adorei! Sério. Parece ser uma história que conquista o leitor, mesmo trazendo um tema pesado e triste como a segunda Guerra. Eu confesso que não é meu estilo favorito, maaas eu adorei a sua resenha sim, leria o livro por isso, acho que o autor cumpriu o objetivo ao fazer você gostar tanto da obra!!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Miranda!
      Fico muito feliz em saber que gostou de conhecer um pouquinho mais sobre ele lendo as minhas impressões. Pode acreditar que a leitura vale super a pena!
      Um beijo!

      Excluir
  3. Esses são os melhores livros. Esses que dão esse efeito em nós. Até a nossa escrita é afetada pela do autor e nos pegamos escrevendo de um jeito que nunca fizemos antes.
    Mas isso é bom, é inspirador!
    Fico feliz por você ter encontrado um livro e sentido tudo isso durante a leitura.
    A estória me chamou a atenção também, com certeza leria!

    Beijos O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raissa! É muito bom mesmo e concordo com você em tudo que disse!
      Esse romance da Jessica é só amor!
      Um beijo!

      Excluir
  4. Olha eu sinceramente tenho que confessar que sua resenha chamou bastante a minha atenção, até porque eu tenho esse livro desde seu lançamento em minha estante e só irei ler quando sortear no meu THE BOOK JAR, porque só assim para ler tudo que tenho. Mas mesmo assim confesso que fiquei bastante curiosa, até porque eu já li várias resenhas falando maravilhas sobre ele e agora lendo a sua fiquei com muita vontade de ler. Espero ler em breve e quem sabe gostar tanto da história como você gostou. Admiro muito a maneira como vc se expressa em suas resenhas. Parabéns amiga e muito sucesso pra ti !


    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/03/resenha-eu-fico-loko.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Como assim, mulher? Trate de ler o dito cujo logo! Now! Pra ontem!
      Fico muito, muito feliz em saber que gosta das minhas resenhas. De verdade! E mais ainda por saber que despertei a sua vontade de lê-lo!
      Um beijo e muito obrigada! Sucesso para nós!

      Excluir
  5. Parabéns pela resenha Jeni! Já li Querida Sue e amei! Fui às lágrimas com este livro! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa! Fico feliz que tenha gostado! Ele é bem intenso, né?
      Um beijo!

      Excluir
  6. Oi Jeni, tudo bem?
    Esse livro parece ser lindo, e como uma apaixonada por livros de época e que se passam durante a guerra, acredito que vou gostar de mais deste. Dica anotada.
    Abraços,
    http://amanda-almeida.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amanda! Tudo ótimo e com você?
      Ele é lindo e super intenso! Se gosta de histórias com esses elementos, é uma ótima pedida!
      Um beijo!

      Excluir
  7. Oi Jeni, eu li este livro em Janeiro de 2014, e me lembro até hoje de ter adorado!
    A autora teve uma ideia brilhante quando resolveu contar esta história de amor através de cartas.A autora consegue nos fazer viajar em suas cartas, e me senti tão dentro da história que me senti extenuada após terminar a leitura, mas não por que a história seja cansativa e sim por todas as emoções pelas quais passei enquanto lia. Muito bom mesmo! Ótima resenha flor. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lia! Ele é marcante, né?
      Concordo com você!
      Um beijo e muito obrigada!

      Excluir
  8. Olá, tudo bem?

    Esse livro definitivamente não é para mim HAHAHA Acho que colocar no meio de um livro uma carta para dar uma incrementada na diagramação é algo bacana, mas produzir um livro cuja narrativa é feita exclusivamente por troca de cartas é forçar demais a barra HAHAHA

    Gostei de saber que os personagens são bem construídos e que você conseguiu criar um vínculo com eles, são poucos os autores que conseguem fazer isso.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Matheus! Tudo ótimo e com você?
      Ah, não diz assim que chega a doer. Ele é tão lindo! ~suspiro~
      E concordo plenamente com você! Jessica é uma autora bem talentosa.
      Um beijo!

      Excluir
  9. Eu, particularmente, não sou fã de romances dramáticos. Sou totalmente chorona. Mas já me disseram que esse livro é muito bom. Adorei sua resenha.
    Parabéns!!
    Beijos
    http://clubedolivrope.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tamires! Também sou chorona, mas adoro livros que mexem comigo!
      Um beijo e obrigada!

      Excluir
  10. oiii,
    Sabe que cheguei a escrever para a autora para parabenizar pelo livro e ela foi super querida e me respondeu. Eu amei este livro e está entre os meus favoritos. Ela escreve super bem e de uma forma que cativa completamente né? Bem como você escreveu na sua resenha. Eu queria que houvesse mais livros como estes dela!

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Greice!
      Mentira?! Que legal, cara! Até hoje só cheguei a mandar mensagem para o Harlan Coben, que favoritou o meu tweet. No dia quase dei um treco, porque gosto dele.
      Essa autora é demais!
      Um beijo!

      Excluir
  11. Olá,
    Já li esse livro, ele é simplesmente lindo. LINDO. Adoro essa história, tocante, com um fundo histórico importantes e personagens bem construídos.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Inês! Ah, ele é lindo mesmo!
      Um beijo!

      Excluir
  12. Que resenha maravilhosa a sua. Parabéns! Essa é a segunda resenha apaixonada que leio desse livro. Quero muito ler ele, mas ainda não tenho ele aqui comigo. Buááá. Mas assim que der vou comprar. Quem sabe eu também me anime a ler poemas hehe

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Poxa, muito obrigada, sua linda! Fico muito feliz que tenha gostado!
      Um beijo!

      Excluir
  13. Oi, Jeni!
    Eu quero e não quero ler este livro. A história me deixa curioso e interessado, mas a forma como é narrado me desanima. Livros narrados em forma de cartas, e-mails etc., costumam não me agradar. Eu meio que não me envolvo com a leitura, sabe?
    Mas estou tentado a dar uma chance a este.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leandro!
      Xiii! Complicada essa situação. Mas, olha, deixa eu te contar uma coisa: dê uma chance a esse livro. Sério. Sei que pode parecer um risco pra você, mas a autora narra a história de um jeito muito único e os acontecimentos não permitem que a história caia na monotonia.
      Um beijo!

      Excluir
  14. Oi Jeni, adorei sei blog, estou seguindo!
    Aproveito para te parabenizar pela iniciativa de fazer um blog sobre literatura e por se aproximar dos livros. É uma delícia, não? Quando a gente começa, a gente não para mais!
    E "Querida Sue" me parece ser um ótimo livro. Ótima dica! =)

    Beijos,
    Fernanda
    http://oprazerdaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fernanda! Ah, que linda! Obrigada! Vou passar no seu também.
      Nem fala, menina! É maravilhoso.
      É um livro muito bom e que recomendo de olhos fechados!
      Um beijo!

      Excluir
  15. Oie!

    Nunca tive vontade de ler esse livro por dois motivos: um você citou, que é o fato de ter sido todo escrito por cartas. O segundo é que não tive uma boa experiência com romances de época, então sempre adio a leitura dos livros desse gênero. Porém, sua resenha foi tão bem escrita e tão de coração que eu PRECISO conhecer essa obra! hahaha Sério!. É muito bom ler uma resenha feita com tanto carinho, dá pra sentir daqui o amor que você teve pela história.

    Obrigada por compartilhar essa experiência ^-^
    Beijos,
    Ana - www.poesiadestilada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana!
      Aimeudeusdocéu. Que linda você!
      Estou até sem palavras. Muito obrigada pelo seu comentário! De verdade!
      Um beijo!

      Excluir
  16. Olaaa
    Poxa, esse livro deve ser muito bom, sempre tive vontade de ler, mas ainda nao tive oportunidade. Acho lindo romances que envolvem cartas e nos cativam tanto, ainda mais sobre guerras, da uma emoçao maior hahaha
    Ótima resenha.

    Beijos
    Catharina
    Reality of books

    ResponderExcluir
  17. Livro que se passam em tempo antigos não são muito meu forte mas estava começando a me interessar pelo livro até ler que ele é escrito em forma de cartas. Tenho trauma de livros assim.

    ResponderExcluir
  18. Oi Jeni
    Não sabia que esse livro é exclusivamente contado através de cartas. Uma vez, eu e meu amigo começamos a escrever um livro mais ou menos nesse estilo hehe. Acho bem bacana romances assim, principalmente por terem um fundo histórico real.
    Beijos e parabéns pela linda resenha

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir

Gostou de alguma postagem? Deixe o seu comentário. Com esse pequeno gesto você vai me deixar muito feliz. Aliás, sempre respondo a todos. Se quiser conferir a minha resposta, é só voltar ao blog. Será sempre bem vindo por aqui.